Açúcar ou adoçante

É muito importante cuidar da alimentação e um dos grandes vilãos do sobrepeso é o açúcar. Conforme a ANVISA o açúcar deve ser fabricado de suco de cana ou de beterraba, livre de fermentação, isento de matéria terrosa, de parasitos e de detritos animais ou vegetais, sendo os tipos existentes: açúcar cristal, açúcar refinado, açúcar moído, açúcar demerara, mascavo, mascavinho, açúcar-cande, açúcar glacê, em pó ou de confeiteiro, açúcar em cubos ou tabletes e por fim o açúcar para confeitar.
Com tantas opções no mercado fica difícil escolher qual o melhor para a dieta e no meio fit também existem muitos tipos de adoçante, sendo os mais comuns e melhores para consumo stevia e xylitol e na parte dos super naturais e provindos apenas da natureza aparece o mel com destaque total.
Adoçantes indicados
Se você não consegue se adaptar a fazer receitas sem açúcar ou beber um café in natura, recomenda-se utilizar stevia, xylitol ou mel. Existem outros adoçantes que podem ser inseridos em sua dieta, como eritritol, mas cada caso é individual e deve ser analisado por uma nutricionista.

Leia rótulos, conheça os alimentos

Woman checking food labelling

Quando se inicia uma rotina saudável é importante ficar atento aos rótulos dos alimentos. Aprender a ler rótulo é aprender a se alimentar bem, pois o açúcar pode ter diversos nomes, como: xarope, glucose, sacarose, açúcar líquido, açúcar invertido, etc. Acarina, ciclamato, acessulfame são tipos de adoçantes artificiais que também não são bons para sua dieta.

É complicado saber tudo, a cada dia o mercado se reinventa e novos alimentos surgem, muitos destes com a proposta de serem saudáveis, mas na maioria das vezes o papel não é cumprido.
O ideal é sempre dar uma olhada nos ingredientes, a lista é feita em ordem decrescente, ou seja, do ingrediente que mais tem naquele alimento para o que menos tem, do maior para o menor.

É importante dar prioridade para os alimentos naturais, você mesmo preparar suas refeições também é bom, utilizar mel para adoçar os alimentos e fazer tortas e bolos, e tentar se adaptar sem o açúcar e os diversos tipos artificiais de adoçantes que o mercado oferece. É interessante não ter o açúcar como parte do seu hábito, pois além de elevar a gordura corporal pode causar muitos efeitos como: aumento do risco de diabetes tipo 2, síndrome metabólica, gordura no fígado, triglicerídeos altos, hipertensão, câncer, cáries e muitas outras coisas.
Fique atento aos rótulos e tente se adaptar a consumir cada vez menos açúcar, retirando o doce gradativamente seu paladar acostuma, sua saúde agradece e os resultados no corpo aparecem cada vez mais.

Não se deixe levar pelas aparências do alimento, pois no caso do açúcar, quanto mais “feio” melhor, como o mascavo e demerara. Busque utilizar um destes na preparação de doces, como bolos light. Já o cristal e refinado são os piores, principalmente o refinado, pois não possui quase nada de minerais e possui muitas substâncias químicas para ficar branco e ainda possui um metal chamado cádmio, que pode acarretar em doenças intestinais futuras.
O açúcar de coco, assim como o óleo de coco é ótimo, porém mesmo sendo bom, pessoas diabéticas não podem utilizar nenhum tipo de açúcar, apenas adoçante e não são todos os tipos de adoçante.
Por ser recomendado para pessoas que sofrem da doença diabete, não ache que o adoçante é melhor que o açúcar, o bom é não consumir nenhum, mas sabemos que com a indústria que temos isto é quase impossível e não é rápido se adaptar sem o doce.
Referente aos adoçantes tenha cuidado, principalmente com o aspartame, presente em quase todos os refrigerantes e sucos artificiais e o ciclamato também está na lista dos piores e tem as mesmas finalidades.
Os diabéticos devem alternar e tomar os adoçantes provindos de fontes naturais, como a stevia, que vem de uma planta.
E a frutose? A frutose é muito absorvida, então pode acabar acumulando gordura em nosso corpo, porém a frutose vinda diretamente da fruta é boa, quando consumido junto com a fibra, ou seja, quando você come a fruta inteira é bom, porém sucos de frutas, mesmo sendo naturais podem ser extremamente calóricos e prejudiciais para quem está em uma rígida dieta.

Gostou dessas informações? Curte, comente e ajuda a compartilhar essa ideia!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui