Conheça algumas das situações que podem fazer as pessoas tirarem suas próprias vidas e como você pode ajudá-las a não fazer isso

Causas do suicídio

Muita gente fica chocada ao ver um caso de suicídio de alguém famoso: fama, dinheiro, família linda, tudo o que se quer e… Acabam com a própria vida. O que poderia explicar a morte precoce e provocada dessas pessoas? Muitas vezes problemas psicológicos estão ligados a esse fator e nem mesmo a família consegue descobrir. Neste artigo vamos falar algumas das principais causas do suicídio. Fique atento:

Ser sozinho

E quando falamos da solidão, muitas pessoas imaginam um homem ou mulher que não tem ninguém por perto, nem família, nem filhos, companheiros…Mas existe, além dessa solidão, um tipo ainda mais triste: a solidão na multidão. É quando mesmo em uma casa rodeado de pessoas, é possível se sentir sozinho, sem ter ninguém para contar ou conversar. É não poder contar com a sua família, seus amigos e estar sempre em busca de alguém para desabafar, mas só ser aquele que ouve e não o que fala. Essa angustia toda de não ter com quem dividir as aflições, pode fazer a pessoa se sentir sem saída. Por isso é tão importante sempre perguntar como foi o dia de quem está ao seu lado e sempre oferecer ajuda a quem está triste e desanimado. Uma palavra, um apoio e um carinho pode fazer toda diferença.

Problemas mentais

A esquizofrenia, a depressão e outros problemas de ordem psíquica podem também provocar os pensamentos suicidas. Por isso é tão importante que sempre se faça consulta com acompanhamento psiquiátrico e psicológico, que podem melhorar a qualidade de vida do paciente e afastar deles esse tipo de pensamento.

É fundamental também que a família esteja sempre por perto, orientando e percebendo algumas inclinações que exijam mais cuidados como falas do tipo “eu quero morrer”, “não tenho mais nada para fazer nesse mundo”. Esses podem ser alguns dos sinais que a pessoa está com desejo de tirar a própria vida e está precisando de mais carinho e atenção.

Problemas amorosos

Muitas pessoas apostam que toda a felicidade delas está em um relacionamento amoroso e depositam tudo o que há de bom em suas vidas nessa pessoa, o que pode ser muito perigoso. Há casos de homens que se apegam muito a mulheres, mas na maioria das vezes são as mulheres que colocam o parceiro na frente das suas próprias necessidades. Não à toa que existem até grupos para as Mulheres que Amam Demais, com apoio para que esse amor não se torne doentio.

O grande perigo de colocar o parceiro ou parceira na frente de qualquer coisa é que quando, por algum motivo, o relacionamento não dá certo, a sensação que se tem é de que o mundo não tem mais graça, se acabou e que não há mais a necessidade de viver e ai é que surgem os pensamentos suicidas.

Por isso é sempre bom ter o controle e amar, sim, muito, mas nunca colocar o seu parceiro na frente da importância que tem a sua vida e de tantas outras felicidades que ela pode proporcionar.

Problemas de ordem financeira

Esses casos costumam acontecer principalmente com os homens. Por terem a visão antiga de que são os progenitores, que devem garantir o sustento da casa (mesmo que essa hoje esteja longe de ser nossa realidade), eles se sentem extremamente frustrados quando perdem seus empregos e dependem da parceira, ou dos pais, para suas necessidades básicas.

É como uma frustração muito grande, e uma sensação de incapacidade, que deve ser amenizada por quem vive ao lado. Se você está com alguém desempregado na família que está se sentindo frustrado com isso, ofereça apoio e diga que, juntos, poderão enfrentar qualquer dificuldade que possa surgir. Essas palavras fazem realmente a diferença.

Causas do suicídio

Bullying

A série americana “13 reasons why”, assistida por muitos brasileiros, mostrou claramente essa relação entre o bullying sofrido principalmente pelos adolescentes na escola e o suicídio. A personagem central narra todo o sofrimento que tinha com o que falavam sobre ela ou a maneira que a tratavam e diz que essas foram as razões que a fizeram querer tirar a própria vida. Muitas vezes, os pais nem sabem mais seus filhos estão passando exatamente pela mesma situação.

Frustrados com um relacionamento que não deu certo, com um melhor amigo que brigou ou com alguém que se diz seu inimigo no colégio e sempre o ridiculariza seja por seu peso, aparência física ou outros fatores. Por isso que é sempre bom que os pais também sejam amigos dos seus filhos. Perguntem sobre os relacionamentos, amizades e se mostram uma fortaleza para quando eles se sentirem fracos e sozinhos.

Álcool e Drogas

O vício em álcool e nas drogas também pode ser uma das causas do suicídio. Inconscientes as pessoas que abusam das substâncias químicas podem não ter noção do que fazem e acabar, às vezes até por brincadeira ou desafio de outro amigo alterado, tirando a própria vida. Para evitar essas situações é sempre bom manter o controle, não beber muito, não usar drogas. Tudo o que nos tira da nossa consciência é sempre muito arriscado e perigoso.

Agora que você já conhece algumas das causas do suicídio não deixe de ajudar quem está ao seu lado e pode, muitas vezes, nem se quer pedir ajuda, mas está precisando do seu apoio. Uma palavra pode fazer toda diferença nesses casos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui