Desde junho deste ano não houve mais nenhuma confirmação de caso da febre amarela, assim, de acordo com o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde que oferece informações sobre como está o andamento da doença no país, estamos livres do surto de febre amarela, mas isso não quer dizer que as ações preventivas devem ser encerradas a vacina continua sendo recomendada.

Vacina Contra Febre Amarela 2018

Também se faz necessárias ações como: controlar o vetor, capacitar profissionais, manter a prevenção com vacina e intensificar ações de vigilância. Entre dezembro de 2016 e agosto de 2017 ocorreram 261 mortes e 776 casos confirmados de febre amarela e rapidamente foram enviados cerca de 37 milhões de doses da vacina tanto para rotina quanto para socorrer as regiões com surto.

No estado de São Paulo foram investigados 10 casos suspeitos de febre amarela sendo que 4 foram descartados com exames, de acordo com informações divulgadas em toda imprensa boa parte dos casos ocorreu nas regiões próxima ao Horto Florestal e Cantareira.

No parque (Horto) foram encontrados macacos mortos devido à doença o parque chegou inclusive a ser fechado pela Secretaria da Saúde.

Como ficará a vacina de febre amarela para 2018?

A partir de 2018 a vacina de febre amarela vai fazer parte do calendário de vacinação infantil com recomendação de um comitê que faz assessoria ao Ministério da Saúde falta agora determinar como será na prática. Em cidades pequenas pode ser feita através de campanhas e em outros casos pode fazer parte da rotina para crianças a partir de 9 meses desde o começo do ano o Ministério da Saúde estuda uma forma de incluir a vacina da febre amarela em todo o país. Os técnicos do MS aguardavam apenas o controle e fim do surto para anunciar a medida.

Vacinação de febre amarela 2018 para todas as crianças será possível?

Um grande desafio e até preocupação dos técnicos é de como a estratégia vai funcionar de forma efetiva uma vez que, quando a vacina contra a febre amarela for incorporada no calendário eles temem que não tenha a disponibilidade em todos os postos do país. Uma medida que pode ser adotada é a vacinação através de campanhas e em ciclos começando por cidades onde a prioridade e demanda é maior até que atinja todas as cidades e municípios do Brasil.

Vacina Contra Febre Amarela 2018

Outro anuncio do Ministério da Saúde em relação à vacina contra febre amarela 2018 é uma possível ampliação da área sempre levando em consideração os locais onde os riscos são maiores.

O MS ressalta ainda que o surto está sob controle e que não tem necessidade de preocupação com o aumento da doença no verão a expectativa é que os casos não aumentem, além de uma área de cobertura maior com a vacina a febre amarela costuma ocorrer em ciclos e epidemias geralmente ocorrem a cada 8 anos.

Dúvidas sobre a Febre Amarela

Para tentar esclarecer as dúvidas mais comuns sobre vacina e febre amarela, selecionamos algumas perguntas e respostas, acompanhe.

Devo correr atrás da vacina?

O Secretário da Saúde incentiva que população deve se vacinar quando houver a disponibilidade, mas não precisa de pânico em relação à propagação da doença, a febre amarela leva em média 7 dias para se espalhar e as devidas medidas de segurança já foram tomadas. Estima-se que 1 milhão de pessoas serão imunizadas com a vacina da febre amarela. Em um primeiro momento a prioridade é vacinar as pessoas que moram nas imediações já que o mosquito transmissor não tem muita autonomia para voo.

Você sabe como ocorre a transmissão da febre amarela?

A febre amarela não é transmitida de pessoa para pessoa e sim um ser humano ou macaco com o vírus é picado por um mosquito que transmite para outra pessoa e essa desenvolve a doença. O principal vetor da febre amarela urbana é o Aedes Aegypti e silvestre (no Brasil) o Haemagogus.

Vacina Contra Febre Amarela 2018

Sintomas da Febre Amarela

Geralmente a doença se manifesta entre 3 e 5 dias após a pessoa ser infectada e os sintomas são:

– Febre e Calafrios.

– Dor de cabeça intensa, dores nas costas e dores no corpo em geral.

– Náuseas e vômitos.

– Fadiga e fraqueza.

Quem pode tomar a vacina contra a febre amarela?

Quando existe a recomendação ou ainda em situações de emergência a partir dos 6 meses a criança já pode tomar a vacina contra a febre amarela. A vacina tem uma eficácia de 95% e começa a fazer efeito a partir de 10 dias.

– Pessoas com mais de cinco anos podem se vacinar.

– Idosos precisam ir ao médico para avaliação.

A vacina não é recomendada para portadores de HIV, Lúpus e Câncer por conta da baixa imunidade assim como grávidas e alérgicos a ovos e gelatina.

Lembrando que, segundo o governo a vacina contra a febre amarela será incluída no calendário de vacinação a partir de 2018 para bebês a partir de 9 meses e depois um reforço aos 4 anos de idade.

Veja também: Entenda a endometriose

Gostou da Matéria? Compartilhe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui